Entrevista de Emprego: O que você faz nas horas vagas pode ser de interesse do recrutador

Ao receber o convite para entrevista de emprego, as esperanças aumentam ao saber que o currículo foi selecionado para segunda fase da avaliação de recrutamento. Por outro lado,  a expectativa para segunda etapa, pode ser ainda maior do que a primeira e, precipitadamente o candidato pode colocar tudo a perder.

Empresa contrata novos colaboradores em busca de solução

O candidato à vaga precisa ter em mente, que o empregador está em busca de um profissional apto, disposto a atender a necessidade da empresa, por esse motivo, a avaliação do departamento de RH (Recursos Humanos), considera alguns pontos que poderiam ser desnecessários em uma dinâmica de grupo ou entrevista, como parte da seleção.

Alguns candidatos ao emprego, ficam preocupados quando perguntado sobre assuntos pessoais, sem ser estado civil, se tem ou não filhos, mas quando o recrutador se interessa em saber o que candidato gosta ou costuma fazer nas horas vagas.

Olhando pelo princípio básico, de que o empregado não tem que dar satisfação sobre como decide viver fora do ambiente de trabalho, desde que cumpras devidamente com suas tarefas, horários e respeite a política interna da empresa.

Só que, na prática não é bem assim. De fato, o funcionário pode decidir em não comentar, nem levar suas preferências particulares para debater no trabalho, porém, quando a empresa quer saber um pouco do seu hobby e o que gosta de fazer no lazer, é um modo também de melhor entender os conceitos desse possível futuro colaborador, em relação a vida como um todo.

Tenha cuidado nas redes sociais

Um exemplo interessante, é que muitas empresas orientam seus recrutadores para pesquisar nas redes sociais o perfil dos candidatos, por esse motivo, seria interessante ter mais atenção no que compartilha e nas mensagens que costuma publicar.

Em geral, se pode dizer que a empresa quando faz esse tipo de pesquisa, não está interessada no time que torce, música ou filme, mas no conteúdo geral, para confirmar o que disse durante o processo de seleção e como costuma se comportar. 

Por exemplo, uma pessoa que publica fake news, faz ataques a condição de vida do outro, pode apresentar dificuldade para lidar com os colegas de trabalho, superiores ou clientes.

Como responder: O que você faz nas horas vagas?

A resposta precisa ser verdadeira, mentir complica, em um determinado momento a verdade aparece. Não precisa contar a vida toda, basta uma resposta simples como; gosta de música, não precisa fazer uma lista, exceto se o entrevistador se interessar em saber o gênero, estilo de música.

O mesmo se aplica para todas as perguntas, quanto mais objetivo for, melhor. O mais importante é não falar de trabalho, querendo fazer parecer que não tem momentos de lazer, nem ficar muito à vontade pensando que a pergunta talvez seja uma vontade de fazer amizade, então, controle-se e mantenha postura profissional em todas as perguntas.

Leia também: Treine idioma conversando com estrangeiros: Conheça 8 ótimos sites

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: